Vitamina C comprada em farmácia é ineficaz

A Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor) está fazendo uma campanha para que as pessoas deixem “imediatamente” de consumir suplementos de Vitamina C, como aquelas caixinhas com pilulas efervescentes compradas em farmácias ou mesmo em comprimidos. Segundo o órgão, eles não possuem efeito significativo no corpo humano.

A associação, no entanto, reitera os benefícios da Vitamina C ao organismo, explicando que a vitamina é importante na defesa do organismo contra infecções, com propriedades cicatrizantes, evitando anemia, e auxiliando na absorção do ferro, como já comprovado em pesquisas. Por isso, deve-se ingeri-la naturalmente através da alimentação, como no consumo regular de laranja, uma das frutas que mais possuem o nutriente e na medida certa para você.

A Proteste informa que ao recorrer à suplementação diária de altas doses dessa vitamina com o intuito de prevenir gripes e resfriados, não há comprovação médica da eficácia do suplemento. “Os cientistas já provaram que não tem eficácia para pessoas em condições normais de saúde”, informa a associação.

“Ao consumir suplementos de Vitamina C você acaba jogando dinheiro fora e sobrecarrega os rins com altas doses sem necessidade”, enfatiza a nota da Proteste.

Para reforçar a importância da advertência feita pela Proteste, é importante lembrar que em altas doses, essa vitamina pode causar diarreia, náusea, vômito, dor de cabeça, fadiga e perturbação do sono. O uso prolongado pode também facilitar o aparecimento de cálculos, conhecidos como pedras, no sistema urinário.

Portanto, consumir a vitamina através da própria fruta, como a laranja e seu suco, é muito mais saudável e saboroso! Faça a sua assinatura com a gente!